Duplicação da Av. Baltazar de Oliveira Garcia - Pavimento de Concreto e Asfáltico

Este trabalho é um resumo do que foi apresentado por mim e outros colegas de Engenharia Civil há dez anos, no primeiro semestre de 2009, como obtenção de nota na disciplina de ciência dos materiais na PUCRS, com o tópico sobre teoria e prática de pavimentos betuminosos (o material aqui diz respeito apenas a vistoria realizada durante as obras).



Duplicação da Av. Baltazar de Oliveira Garcia


 Duplicação de uma das principais artérias viárias do município de Porto Alegre. A obra abrange uma extensão de 5145 m, que vai desde o entroncamento da Av. Assis Brasil, conhecido como Terminal Triângulo, até a divisa com o município de Alvorada, totalizando uma área de 132.520,00 m².

A mesma é composta por um canteiro central com 3 m de largura, um corredor de ônibus com pista dupla e duas faixas de rolagem com 7 m de largura.


PAVIMENTOS.

Corredores de ônibus.

Nos corredores de ônibus foi utilizado concreto armado com barras de transferência nas juntas de construção “CA25” - diâmetro de 25 mm com espaçamento de 30 cm entre duas e comprimento de barra de 50 cm. Foi colocado nos cruzamentos armaduras das placas com tela de diâmetro de 8 mm nas duas direções.

A espessura do concreto utilizado foi de 22 cm, a mesma foi calculada para suportar uma carga prevista de projeto de 23.250,500 N para os 20 anos, totalizando uma carga em N igual a 54 000 000.

O tipo de cimento utilizado não foi especificado, conforme o engenheiro responsável relatou isso dependerá do traço utilizado por cada construtora. Desde que o mesmo atenda o especificado no projeto. Salientamos que para garantir a segurança no transito de veículos goram efetuados ranhuras no concreto,também foi efetuado juntas de dilatação,para garantir o não fissuramento.


PISTA DE ROLAGEM

Foi utilizado uma mistura asfáltica com espessura de 10 cm dividido em duas camadas de 5 cm. Sendo que o tipo de mistura é o CBUQ definido pelo caderno de encargos da SMOV da PMPA, faixa II (...)

Na pista de rolagem não foi aplicado pavimentação na forma de penetração. A única utilização desse sistema de penetração foi na imprimação a uma taxa de 1L/m². A compactação foi feita por rolos.A mesma foi feita a 95% do PN para subleito e 100% do PN para as camadas de base.A carga prevista para as pistas de rolagem é a mesma que a do corredor de ônibus.


AGREGADOS

Os agregados utilizados para execução da obra incluindo base e sub-base, foram brita asfáltica graduada, macadame e pó-de-brita. visto que se tratava de uma avenida já alargada (estrada já existente), só foi adotado sub-base em alguns trechos que foram encontrados aterros com material de qualidade inferior,os quais foram removidos.










CURIOSIDADES

Se tratando de uma obra de grande porte,ocorreram diversas interferências não constante em cadastro:intensidade do transito, fluxo de pedestre, não possibilitando uma seqüência normal das frente de trabalho devido à necessidade de garantia de acesso e fluxo.

Vários departamentos e empresas publicas foram acionadas para alterarem as suas malhas de distribuição em vários trechos, a que também dificultou o andamento da obra,sendo que as maiores dificuldade deram-se junto ao Planalto,ou seja,do Terminal Triangulo até a Ary Tarragot.

Quanto à diferença de custo percentual entre a utilização do concreto e do asfalto,segundo fontes da Metroplan, ficou em aproximadamente 60% a mais. A substituição do asfalto pelo concreto em algumas situações esta ganhando mais espaço, como por exemplo,nos corredores de ônibus,porem devido ao pavimento rígido (concreto), possuir um custo elevado de implementação e manutenção, alem de requerer um maior tempo de construção, o asfalto continua sendo o material mais utilizado,apesar de menor durabilidade.


CONCLUSÃO

Por se tratar de uma obra de grande porte,implementada sob uma via já existente e de grande utilização com varias malhas de distribuição publica (água, eletricidade, telefonia,captação de esgoto cloacal e pluvial), causou varias dificuldades na execução da mesma, fato que ocasionou o adiamento do término previsto para conclusão da obra.


Após a conclusão, espera-se atingir os objetivos; de melhorar o transito de veículos e pedestre, para os usuários.




Share on Google Plus

Sobre Paulo Matheus

Esposo da Daniele, pai da Sophia, engenheiro, gremista e cristão. Seja bem vindo ao blog, comente e contribua!

0 Comentário: