"Corte de verbas é uma hipocrisia", diz estudante prestes a jubilar na Universidade



Brasil - Em meio a diversos cortes na educação, que atingem um total de 3,5% do orçamento, estudantes saíram as ruas para protestar. O DC saiu também para conferir.

Encontramos dentre o bolo o seu Agnaldo do DCE, 43 anos, aluno do 9º ano de Filosofia da UMFCHKH (Universidade Militar Federal Civil de Hong Kong e Hiroshima). Ele disse que os cortes são absurdos e que isso nunca havia ocorrido na história deste país:

"Isso são políticas neoliberais que só atingem os mais pobres", disse o jovem estudante, enquanto filmava o protesto com seu Smartphone. O problema é que não há um 9º ano de Filosofia, já que o curso possui 5 anos. "Na verdade, são 4 anos de curso", disse Agnaldo, corrigindo a equipe de reportagem.

Outro estudante, Toninho das Lutas, 48 anos, este, estudante do primeiro ano de Ciências Sociais, também falou a reportagem:

"Nós estamos aqui para reclamar da falta de bom senso deste governo golpista, que só quer prejudicar os trabalhadores e acabar com a previdência". Toninho era amigo de Agnaldo, desde os 18 anos quando ingressaram no curso de Artes Cênicas da mesma instituição.

O ato deste protesto envolveu cerca de 40 pessoas, que fecharam uma via expressa contra os cortes na educação e para lutar pela aposentadoria por tempo de Universidade.

Por: Tenório Tesoura

Share on Google Plus

Sobre Paulo Matheus

Esposo da Daniele, pai da Sophia, engenheiro, gremista e cristão. Seja bem vindo ao blog, comente e contribua!

0 Comentário: