Sobre a palavra Graça

A graça nas passagens acima certamente significa perdão gracioso dos pecados, e aceitação graciosa de Deus por misericórdia, por causa do Senhor Cristo, sem nenhum mérito de nossa parte. Além disso, com o perdão dos pecados, há sempre o dom de conforto em nossos corações, que é o Espírito Santo, dado a nós por meio do Senhor Cristo, como está escrito em Romanos 5: 2: "Por meio do Senhor Cristo, temos graça obtida e dom"; ' e em Romanos 8: 9: "Aquele que não tem o espírito de Cristo não lhe pertence." Portanto, dizemos que Cristo dá o Espírito Santo em nossos corações, juntamente com o perdão dos pecados, e ele produz conforto, vida e alegria para Deus. E não dizemos que nenhuma mudança ocorra no homem com a aceitação do presente, como Osiandro insiste falsamente.

Os monges, por outro lado, usaram mal a palavra "graça", dizendo que ela torna o homem santo, para que eles identifiquem graça consigo mesmos. Como sempre encontramos fraqueza e pecado em nós mesmos, isso é mentira. A graça é um perdão gracioso dos pecados e uma aceitação por amor de Cristo, sem mérito de nossa parte, livremente e por amor do Senhor Cristo. É o que diz São Paulo em Romanos 6:14: "Você não está debaixo da lei, mas debaixo da graça". Isso é tão reconfortante como se alguém dissesse: Embora você seja fraco e ainda tenha pecado, a lei não o condenará, pois você está sob a graça, ou seja, por amor do Senhor Cristo, livremente, sem mérito, você recebeu perdão dos pecados e aceitação graciosa, e é agradável a Deus. Assim, São Paulo nos direciona não a uma qualidade em nós, mas ao Mediador Jesus Cristo. Mas isso ainda permanece; quando somos consolados pela fé, Cristo produz vida em nós e dá seu Espírito Santo. Precisamos lembrar de tudo isso sobre graça, para que as palavras dos monges não nos desviem.

~

Por: Philipp Melanchthon
Extraído de: Loci Comunnes
Ano: 1555

Share on Google Plus

Sobre Paulo Matheus

Esposo da Daniele, pai da Sophia, engenheiro, gremista e cristão. Seja bem vindo ao blog, comente e contribua!

0 Comentário: