ad

A Primeira Epístola de Clemente aos Coríntios - IV

Capítulo IV - Muitos males já fluíram dessa fonte nos tempos antigos.

Pois assim está escrito: “E aconteceu, depois de alguns dias, que Caim trouxe dos frutos da Terra um sacrifício a Deus; e Abel também trouxe das primícias de suas ovelhas e da gordura delas. E Deus teve respeito por Abel e suas ofertas, mas Caim e seus sacrifícios Ele não fez caso. E Caim ficou profundamente entristecido, e seu semblante caiu. E Deus disse a Caim: Por que estás aflito e por que caiu o teu rosto? Se você oferece corretamente, mas não divide corretamente, você não pecou? Fica em paz: tua oferta volta para ti, e tu a possuirás novamente. E disse Caim a Abel, seu irmão: Vamos ao campo. E aconteceu que, enquanto eles estavam no campo, Caim se levantou contra Abel, seu irmão, e o matou ”(Gênesis 4. 3-8) [1]. Vejam, irmãos, como a inveja e o ciúme levaram ao assassinato de um irmão. Por inveja, também, nosso pai Jacó fugiu da face de seu irmão Esaú (Gênesis 27. 41, etc.). A inveja fez com que José fosse perseguido até a morte e fosse escravizado (Gênesis 37). A inveja obrigou Moisés a fugir da face do Faraó, rei do Egito, quando ouviu estas palavras de seu conterrâneo: “Quem te constituiu juiz ou governante sobre nós? Me matarás, como mataste o egípcio ontem?" (Êxodo 2. 14). Por inveja, Aarão e Miriam tiveram que fazer sua morada fora do acampamento (Números 12. 14, 15) [2]. A inveja trouxe Datã e Abirão vivos ao Hades, por meio do cisma que eles provocaram contra o servo de Deus Moisés (Números 16. 33). Por inveja, Davi sofreu o ódio não só de estrangeiros, mas também foi perseguido por Saul, rei de Israel (1 Reis 18, 8, etc.).


~


Clemente de Roma

Pais Ante-Nicenos I - Os Pais Apostólicos


Notas:

[1] O escritor aqui, como sempre, segue a leitura da Septuaginta, que nesta passagem tanto altera como acrescenta ao texto hebraico. Demos a versão aprovada pelos melhores críticos; mas alguns preferem traduzir, como em nossa versão em inglês, "para ti será o seu desejo, e tu deverás governá-lo". Veja, para uma explicação antiga da passagem, Irineu, Adv. Hær., IV. 18, 3.

[2] Em nossas cópias da Septuaginta, isso não é afirmado em relação a Aarão


Share on Google Plus

Sobre Paulo Matheus

Esposo da Daniele, pai da Sophia, engenheiro, gremista e cristão. Seja bem vindo ao blog, comente e contribua!

0 Comentário: