ad

Carta de Policarpo aos Filipenses - III

Expressões de indignidade pessoal.

Estas coisas, irmãos, escrevo-vos a respeito da justiça, não porque tomo alguma coisa sobre mim, mas porque me convidastes a fazê-lo. Pois nem eu, nem qualquer outro semelhante, pode chegar à sabedoria [1] do bendito e glorificado Paulo. Ele, quando entre vocês, ensinou com precisão e firmeza a palavra da verdade na presença daqueles que então estavam vivos. E quando ausente de ti, escreveu-te uma carta [2], que, se estudares cuidadosamente, descobrirás ser o meio para te edificar naquela fé que te foi dada e que, seguida de esperança, e precedida do amor a Deus, a Cristo e ao próximo, “é a mãe de todos nós” [3]. Pois se alguém possui interiormente estas graças, ele cumpriu o mandamento da justiça, visto que aquele que tem amor está longe de todo pecado.

~

Philip Schaff

Pais Ante-Nicenos I - Os Pais Apostólicos


Notas:

[1] Comparar com 2 Pedro 3. 15. 

[2] A forma é plural, mas provavelmente se quer dizer uma epístola. [Então, mesmo em nosso idioma, “cartas” pode ser classicamente usado para uma única carta, como dizemos “por estes presentes”. Podemos, então, falar de São Paulo como tendo escrito suas epístolas para nós; portanto, as epístolas a Tessalônica e Corinto podem ser mais naturalmente mencionadas aqui]. 

[3] Comparar com Gálatas 4. 26.


Share on Google Plus

Sobre Paulo Matheus

Esposo da Daniele, pai da Sophia, engenheiro, gremista e cristão. Seja bem vindo ao blog, comente e contribua!

0 Comentário: