ad

A Primeira Epístola de Clemente aos Coríntios - XXVII

Na esperança da ressurreição, apeguemo-nos ao Deus onipotente e onisciente.

Tendo então esta esperança, que nossas almas sejam ligadas Àquele que é fiel em Suas promessas e justo em Seus julgamentos. Aquele que nos ordenou que não mentíssemos, muito mais a si mesmo não mentirá; pois nada é impossível para Deus, exceto mentir [1]. Deixe Sua fé, portanto, ser despertada novamente dentro de nós, e consideremos que todas as coisas estão perto d'Ele. Pela palavra de Seu poder [2], Ele estabeleceu todas as coisas e, por Sua palavra, pode destruí-las. “Quem lhe dirá: Que fizeste? Ou quem resistirá ao poder de Sua força?” (Sabedoria 12. 12; 11. 22). Quando e como Lhe agrada, Ele fará todas as coisas, e nenhuma das coisas por Ele determinadas passará [3]. Todas as coisas estão abertas diante d'Ele, e nada pode ser escondido de Seu conselho. “Os céus [4] declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Dia a dia profere palavras, e noite a noite mostra conhecimento. E não há palavras ou discursos cujas vozes não sejam ouvidas” (Salmo 19. 1-3).

~


Clemente de Roma

Pais Ante-Nicenos I - Os Pais Apostólicos


Notas:

[1] Comparar com Tito 1. 2; Hebreus 6. 18.

[2] Ou “majestade”.

[3] Comparar com Mateus 24. 35.

[4] Literalmente, "Se os céus", etc.


Share on Google Plus

Sobre Paulo Matheus

Esposo da Daniele, pai da Sophia, engenheiro, gremista e cristão. Seja bem vindo ao blog, comente e contribua!

0 Comentário: