Representações Bíblicas - XXVII


Tudo é vaidade

Eclesiastes 1 1-9: "Palavras do Pregador, filho de Davi, rei em Jerusalém. Vaidade de vaidades, diz o Pregador, vaidade de vaidades; tudo é vaidade. Que benefício tem o homem de todo o seu trabalho, que faz debaixo do sol? Uma geração passa, e uma outra geração vem; mas a terra permanece para sempre. O sol nasce, e o sol se põe, e apressa- se de volta ao seu lugar de onde nasceu. O vento vai em direção ao sul, e faz o seu giro para o norte; o vento gira continuamente, e retorna novamente de acordo com os seus circuitos. Todos os rios correm para o mar, e contudo, o mar não fica cheio; ao lugar de onde os rios vêm, para ali retornam eles novamente. Todas as coisas são trabalhosas; o homem não o pode exprimir; o olho ão se satisfaz em ver, nem o ouvido se enche de ouvir. O que aconteceu, isso é o que há de ser; e o que está feito, é o que deverá ser feito; e não há coisa nova debaixo do sol."

Pintura de Isaak Asknaziy, século XIX.

Share on Google Plus

Sobre Paulo Matheus

Esposo da Daniele, pai da Sophia, engenheiro, gremista e cristão. Seja bem vindo ao blog, comente e contribua!

0 Comentário: