Nenhuma alma é naturalmente isenta de sonhos

Quanto àquelas pessoas que supõem que bebês não sonham, com base em que todas as funções da alma ao longo da vida são realizadas de acordo com a capacidade da idade, devem observar atentamente seus tremores, acenos e sorrisos brilhantes enquanto dormem, e de tais fatos compreendam que são as emoções de sua alma como sonhos, que tão prontamente escapam à superfície pela delicada ternura de seu corpo infantil. O fato, porém, de que se diga que a nação africana dos Atlantes passa a noite em um sono profundo e letárgico, recai sobre eles a censura de que algo está errado na constituição de sua alma. Agora, ou o relatório, que às vezes é calunioso contra os bárbaros, enganou Heródoto, ou então uma grande força de demônios deste tipo dominadores naquelas regiões bárbaras. Visto que, de fato, Aristóteles comenta sobre um certo herói da Sardenha que costumava negar o poder das visões e dos sonhos aos que recorriam a seu santuário em busca de inspiração, deve estar à vontade e capricho dos demônios para tirar, bem como para conferir a faculdade dos sonhos; e dessa circunstância pode ter surgido o fato notável (que mencionamos) de Nero e Trasimedes apenas sonharem tão tarde na vida. Nós, entretanto, derivamos sonhos de Deus. Por que, então, os Atlantes não receberam de Deus a faculdade do sonhar, porque realmente não há nação que agora seja estranha a Deus, já que o Evangelho irradia sua luz gloriosa pelo mundo até os confins da terra? Será então que o boato enganou Aristóteles, ou esse capricho ainda é o caminho dos demônios? (Vamos dar uma olhada no caso), apenas não deixe que se imagine que alguma alma está por sua constituição natural isenta de sonhos.

~

Tertuliano

Pais Ante-Nicenos III - Cristianismo latino: seu fundador, Tertuliano.


Share on Google Plus

Sobre Paulo Matheus

Esposo da Daniele, pai da Sophia, engenheiro, gremista e cristão. Seja bem vindo ao blog, comente e contribua!

0 Comentário: