ad

1 Pedro 2

Nossa herança através do sangue de Cristo.

1Portanto, pondo de lado toda a malícia, toda a astúcia, hipocrisia e inveja, todas as falas más, 2como bebês recém-nascidos, desejem o leite sincero da palavra, para que assim cresçam: 3se assim é, provaram que o Senhor é misericordioso.

4A quem, como pedra viva, desprezado por homens, mas escolhido por Deus, e precioso, 5vocês também, como pedras vivas, edificamos uma casa espiritual, um santo sacerdócio, para oferecer sacrifícios espirituais, aceitáveis ​​a Deus por Jesus Cristo. 6Portanto, também está contido nas escrituras: 

“Eis que ponho em Sião 

Uma pedra angular eleita e preciosa; 

E quem crer n'Ele não será confundido.”

7Portanto, aos que creem que Ele é precioso, mas para os que são desobedientes, 

“A pedra que os construtores não permitem, 

A mesma é feita a principal da esquina,”

8E

“Uma pedra de tropeço, 

E uma rocha de ofensa,” 

Mesmo para os que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para onde também foram designados.

9Mas vocês são uma geração escolhida, um sacerdócio real, uma nação santa, um povo peculiar; para que manifeste os louvores d'Aquele que te chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz; 10que no passado não era um povo, mas agora é o povo de Deus; que não obteve misericórdia, mas agora obteve misericórdia.

 

As obrigações dos cristãos para com o mundo.

11Amados, peço-lhes como estrangeiros e peregrinos, abstenham-se de concupiscências carnais, que combatem contra a alma; 12tendo sua conversa honesta entre os gentios: para que, embora eles tratem vocês como maus, possam pelas suas boas obras, que devem contemplar, glorificar a Deus no dia da visitação.

13Submetam-se a toda ordenança do homem por amor do Senhor: seja ao rei, como supremo; 14ou aos governadores, como àqueles que são enviados por ele para punição dos malfeitores e para louvor daqueles que fazem o bem. 15Porque assim é a vontade de Deus, para que, com o bem, façamos silenciar a ignorância dos homens tolos: 16sendo livres, e não usando sua liberdade como uma brincadeira de maldade, mas como servos de Deus. 17Honre todos os homens. Ame a irmandade. Tema a Deus. Honre o rei.

18Servos, estejam sujeitos a seus senhores com todo temor; não apenas para os bons e gentis, mas também para os que estão perdidos. 19Pois isso é digno de nota, se um homem pela consciência para com Deus suportar a dor, sofrendo injustamente. 20Para que glória é essa, se, quando fordes agredidos por suas faltas, você a aceitará pacientemente? Mas se você faz bem e sofre por isso, com paciência, isso é aceitável com Deus. 21Pois mesmo aqui foram chamados: porque Cristo também sofreu por nós, deixando-nos um exemplo, para que seguissem os seus passos:

22“Aquele que não pecou, 

Nem se achou dolo em Sua boca;”

23Aquele, quando foi insultado, não repeliu novamente; quando sofreu, não ameaçou; mas comprometeu-se com aquele que julga com retidão: 24Aquele que por si mesmo expôs nossos pecados em Seu próprio corpo no madeiro, para que, estando mortos para pecados, vivamos para a justiça: por cujas faixas estão curados. 25Porque eram como ovelhas se perdendo; mas agora são devolvidos ao pastor e bispo de suas almas.