ad

1 Timóteo 1

Saudações.

1Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pelo mandamento de Deus, nosso Salvador, e Senhor Jesus Cristo, que é a nossa esperança;

2Para Timóteo, meu próprio filho na fé:

Graça, misericórdia e paz, de Deus nosso Pai e Jesus Cristo nosso Senhor.

 

Contra falsas doutrinas.

3Enqunto eu implorava que permanecesse ainda em Éfeso, quando eu fui para a Macedônia, você poderia cobrar a alguns para que eles não ensinem outra doutrina, 4nem deem ouvidos a fábulas e genealogias infinitas, que causam questionamentos, em vez de edificar piedosamente a fé: assim faço. 5Ora, o fim do mandamento é caridade de coração puro, de boa consciência e de fé não fingida, 6da qual alguns que se desviaram, tendo se afastados para discussões vaidosas; 7desejando ser mestres da lei; não compreendendo nem o que dizem nem o que afirmam.

8Mas sabemos que a lei é boa, se um homem a usa legalmente, 9sabendo disso, que a lei não é feita para um homem justo, mas para os sem lei e desobedientes, para os iníquos e pecadores, para os ímpios e profanos, para os assassinos de pais e assassinos de mães, para os homicidas, 10para os fornicadores, para os sodomitas, para os sequestradores, para os mentirosos, para os perjuros, e se existe algo que seja contrário à sã doutrina, 11de acordo com o glorioso evangelho do Deus abençoado, do qual estava confiado a mim.

 

A gratidão de Paulo pela Graça de Deus.

12E agradeço a Cristo Jesus, nosso Senhor, que me capacitou, pois ele me considerou fiel, me colocando no ministério; 13embora eu fosse um blasfemador, perseguidor e ofensivo; mas obtive misericórdia, porque o fiz por ignorância na incredulidade. 14E a graça de nosso Senhor era abundante em fé e amor, que há em Cristo Jesus. 15Este é um ditado fiel e digno de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar pecadores; do qual eu sou o maior deles. 16Contudo, por essa causa, obtive misericórdia, para que primeiro em mim Jesus Cristo manifestasse todo o sofrimento, como um exemplo para eles que, daqui por diante, creriam nele para a vida eterna. 17Agora ao rei eterno, imortal, invisível, o único Deus sábio, seja honra e glória para todo o sempre. Amém.

 

O bom combate.

    18Esse mandamento eu lhe ordeno, filho Timóteo, de acordo com as profecias que lhe precederam, para que por meio delas pudesse fazer um bom combate, 19manter fé e uma boa consciência; e que alguns que rejeitaram, naufragando em relação a fé: 20dos quais são Himeneu e Alexandre; a quem entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar.