1 Timóteo 6

1. Que tantos servos quanto os que estão sob o jugo considerem seus próprios senhores dignos de toda honra, para que o nome de Deus e sua doutrina não sejam blasfemados.

2. E os que têm senhores crentes, não os desprezem, porque são irmãos; antes, eles prestam serviço, porque são fiéis e amados, participantes do benefício. Essas coisas ensine e exorte.

3. Se alguém ensina o contrário, e não concorda com palavras saudáveis, mesmo as palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade;

4. Ele se orgulha de não saber nada, mas gosta de questionar e disputar palavras, das quais provém inveja, contenda, calúnias, suposições más,

5. Disputas perversas de homens de mentes corruptas e destituídos da verdade, supondo que o ganho seja piedade: de tal se retire.

6. Mas a piedade com satisfação é um grande ganho.

7. Pois não trouxemos nada a este mundo, e é certo que não podemos levar nada.

8. E tendo comida e roupas, nos contentaremos com isso.

9. Mas os que são ricos caem na tentação e na armadilha, e em muitas concupiscências tolas e ofensivas, que afogam os homens em destruição e perdição.

10. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de todo mal; que enquanto alguns cobiçavam, erram da fé e se penetram com muitas dores.

11. Mas tu, ó homem de Deus, foge destas coisas; e segue a justiça, a piedade, a fé, o amor, a paciência, a mansidão.

12. Lute a boa luta da fé, apegue-se a vida eterna, para a qual também é chamado, já tendo professado uma boa profissão diante de muitas testemunhas.

13. Eu te ordeno aos olhos de Deus, que vivifica todas as coisas, e diante de Cristo Jesus, que diante de Pôncio Pilatos testemunhou uma boa confissão;

14. Que guarde este mandamento sem mancha e irrepreensível, até o aparecimento de nosso Senhor Jesus Cristo:

15. Que em seu tempo mostrará, que é o único e abençoado soberano, o rei dos reis e o senhor dos senhores;

16. Que só tem imortalidade, habitando na luz que ninguém pode se aproximar; a quem nenhum homem viu, nem pode ver; a quem seja honra e poder eterno. Amém.

17. Ordene os ricos neste mundo, para que não sejam indiferentes, nem confiem em riquezas incertas, mas no Deus vivo, que nos dá ricamente todas as coisas para desfrutar;

18. Que eles façam o bem, que sejam ricos em boas obras, prontos para distribuir, dispostos a se comunicar;

19. Estocando para si mesmos um bom fundamento contra o tempo vindouro, para que possam obter a vida eterna.

20. Ó Timóteo, mantenha o que está comprometido com a sua confiança, evitando tagarelas profanos e vaidosos, e oposições falsamente chamadas de ciência:

21. pelo qual alguns professos desviaram-se da fé. A graça seja contigo. Amém.