ad

2 Coríntios 3

Ministros da Nova Aliança.

1Começamos novamente a recomendar a nós mesmos? Ou precisamos, como alguns outros, cartas de elogios para vocês ou cartas de elogios vindas de vocês? 2Vocês são a nossa carta escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens: 3sendo manifesto que são uma carta de Cristo, ministrada por nós, escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo; não em tábuas de pedra, mas em tábuas que são corações de carne.

4E essa confiança temos, através de Cristo, em Deus: 5não que sejamos suficientes para dar conta de algo, como de nós mesmos; mas nossa suficiência é de Deus; 6o qual também nos tornou ministros capazes da nova aliança; não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito dá vida.

 

A glória da Nova Aliança.

7Mas se o ministério da morte, escrito e gravado em pedras, veio com glória, de modo que os filhos de Israel não puderam olhar fixamente para o rosto de Moisés, para a glória de seu rosto; e tal glória era apenas passageira, 8como o ministério do Espírito não deveria ser ainda mais glorioso? 9Porque, se o ministério da condenação é glória, muito mais o ministério da justiça excede em glória. 10Pois mesmo o que foi glorificado não teve glória a esse respeito, por causa da glória que excede. 11Porque, se o que passa era glorioso, o que resta é muito mais glorioso.

12Tendo, portanto, tal esperança, usamos grande ousadia no falar, 13e não somos como Moisés, que colocou um véu sobre o rosto, para que os filhos de Israel não olhassem fixamente para o fim do que estava passando: 14mas suas mentes endureceram-se; porque até o dia de hoje, com a leitura do antigo pacto, o mesmo véu permanece sem ser levantado; cujo véu é eliminado em Cristo. 15Mas até hoje, quando Moisés é lido, o véu está sobre o coração deles. 16Mas sempre que se volta para o Senhor, o véu é retirado. 17Ora, o Senhor é o Espírito: e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade. 18Mas todos nós, com rosto descoberto refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados na mesma imagem de glória em glória, assim como pelo Espírito do Senhor.