Atos 2

O Pentecoste.

1E quando o dia de Pentecostes chegou, eles estavam todos juntos em um lugar. 2E de repente veio do céu um som como o barulho de um vento forte, e encheu toda a casa onde eles estavam sentados. 3E lá apareceram-lhes línguas separando-se, como de fogo; e pousou sobre cada um deles. 4E todos foram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem.

5Ora, em Jerusalém moravam judeus, homens devotos, de todas as nações sob o céu. 6E quando este som foi ouvido, a multidão ajuntou-se e ficou confusa, porque cada um os ouvia falando em sua própria língua. 7E todos ficaram assombrados e maravilhados, dizendo: “Não são todos estes que falam galileus? 8E como ouvimos nós, cada homem na nossa própria língua, onde nascemos? 9Partos e medos e elamitas, e os habitantes da Mesopotâmia, na Judéia e Capadócia, no Ponto e na Ásia, 10na Frígia e Panfília, no Egito e nas partes da Líbia em torno de Cirene, e estrangeiros de Roma, tanto judeus como prosélitos, 11cretenses e árabes, nós os ouvimos falar em nossas línguas as obras poderosas de Deus. 12E todos ficaram maravilhados e perplexos, dizendo uns aos outros: O que significa isto?”.

13Mas outros zombando diziam: “Eles estão cheios de vinho novo”.


O Sermão de Pedro.

14Mas Pedro, levantando-se com os onze, levantou a voz e falou-lhes, dizendo: “Vocês, homens da Judéia, e todos vocês que habitam em Jerusalém, que isto seja conhecido e deem ouvidos às minhas palavras. 15Pois estes não estão bêbados, como vocês supõem; vendo que é apenas a terceira hora do dia; 16mas isso é o que foi falado pelo profeta Joel:

17“E assim acontecerá nos últimos dias, diz Deus,

Derramarei do Meu Espírito sobre toda a carne:

E seus filhos e suas filhas profetizarão,

E seus jovens terão visões,

E seus velhos sonharão sonhos:

18Sim e em Meus servos e em Minhas servas naqueles dias

Vou derramar do Meu Espírito;

E eles profetizarão.

19E eu mostrarei maravilhas no céu acima,

E sinais na terra abaixo;

Sangue, fogo e vapor de fumaça:

20O sol se transformará em escuridão,

E a lua em sangue,

Antes que venha o dia do Senhor,

Aquele grande e notável dia:

21E acontecerá,

Que todo aquele que invocar o nome do Senhor

Será salvo.”

22“Homens de Israel, ouçam estas palavras”: Jesus de Nazaré, um Homem aprovado por Deus para vocês por milagres, maravilhas e sinais, que Deus fez por Ele no meio de vocês, assim como vocês mesmos sabem; 23a Ele, sendo entregue pelo determinado conselho e presciência de Deus, vocês pela mão de homens ímpios crucificaram e mataram; 24a quem Deus ressuscitou, libertando-O das dores da morte, porque não era possível que Ele fosse retido por isto. 25Pois Davi disse a respeito d’Ele,

“Eu vi o Senhor sempre diante de minha face;

Pois Ele está à minha direita, para que eu não seja abalado:

26Portanto, meu coração se alegrou e minha língua se alegrou;

Além disso, também a minha carne habitará na esperança:

27‘Porque Tu não deixarás minha alma no Hades,

Nem darás ao Teu Santo para ver a corrupção.

28Tu me conheceste os caminhos da vida;

Tu me farás cheio de alegria com teu semblante’.”

29“Irmãos, posso dizer a vocês livremente sobre o patriarca Davi, que ele morreu e foi sepultado, e seu túmulo está conosco até hoje. 30Sendo, portanto, um profeta, e sabendo que Deus lhe tinha jurado com juramento, que do fruto de seus lombos Ele poria um no trono; 31ele prevendo isso falou da ressurreição do Cristo, que Sua alma não foi deixada no Hades, nem Sua carne viu corrupção. 32Deus ressuscitou este Jesus, do qual todos nós somos testemunhas. 33Sendo, pois, exaltado pela destra de Deus, e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, Ele derramou isto que vocês veem e ouvem.”

34Pois Davi não subiu aos céus, mas ele mesmo diz:

“O Senhor disse ao meu Senhor,

Sente-se à Minha direita,

35Até que eu faça dos Teus inimigos o estrado dos Teus pés.”

36“Portanto, saiba toda a casa de Israel com certeza que Deus o fez Senhor e Cristo, este Jesus a quem vocês crucificaram.”

37Quando ouviram isso, ficaram com o coração partidos e disseram a Pedro e aos demais apóstolos: “Irmãos, o que devemos fazer?”.

38E Pedro disse-lhes: “Arrependam-se e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para remissão de seus pecados; e receberão o dom do Espírito Santo. 39Porque a promessa é para vocês, e para seus filhos, e para todos os que estão longe, sim, tantos quantos o Senhor nosso Deus chamar a Ele”.


O crescimento da Igreja primitiva.

40E com muitas outras palavras testificou e exortou-os, dizendo: “Salvem-se desta geração desonesta”. 41Aqueles então que receberam sua palavra foram batizados: e foram acrescentadas a eles naquele dia cerca de três mil almas. 42E eles continuaram firmes no ensino e comunhão dos apóstolos, no partir do pão e nas orações. 43E o temor apoderou-se de cada alma: e muitos prodígios e sinais foram feitos pelos apóstolos. 44E todos os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum; 45e eles vendiam suas propriedades e bens e os repartiam por todos, de acordo com a necessidade de cada homem.

46E dia após dia, perseverando unânimes no templo, e partindo o pão em casa, comiam com alegria e singeleza de coração, 47louvando a Deus e caindo na graça de todo o povo. E o Senhor acrescentava a eles, dia a dia, aqueles que estavam sendo salvos.