ad

Citações de Livros

"..."


Algumas citações de livros que li:



  • C. S. Lewis

Cartas a uma senhora americana

"Estávamos falando de gatos e cachorros outro dia e resolvemos que ambos têm consciência, mas o cachorro, por ser humilde e sincero, sempre tem a consciência pesada, e o gato, por ser um fariseu, tem sempre a consciência leve."


"Concordo que é estranho o fato de alguém não gostar de gatos. Mas os próprios gatos são o pior exemplo nesse sentido. Raramente gostam um dos outros."


"Confesso que nosso velho gato alaranjado (...) não dá a mínima para mim, apenas para os outros. Ele acha que não estou à altura dele na escala social, e deixa isso muito claro. Nenhuma criatura nos desdenha de forma tão perturbadora quanto um gato!"


 "Outra coisa que me irrita é quando as pessoas dizem 'por que você deu dinheiro para aquele homem? É bem provável que ele vá gastar tudo em bebida'. Minha resposta é 'mas se eu guardasse [o dinheiro], talvez eu o gastasse bebendo."




O Problema do Sofrimento

"Podemos, talvez, conceber um mundo em que Deus tenha corrigido os resultados deste abuso do livre-arbítrio pelas suas criaturas a cada momento: de maneira que uma viga de madeira se tornasse macia como grama se usada como arma, e o ar se recusasse a obedecer-me se tentasse utilizá-lo em ondas sonoras que transmitissem mentiras ou insultos. Num mundo assim, porém, os atos errados seriam impossíveis e, portanto, ficaria anulado o livre-arbítrio; se o princípio fosse levado à sua conclusão lógica, os maus pensamentos tornar-se-iam também impossíveis, desde que a massa cerebral que usamos para pensar se recusaria a fazê-lo quando tentássemos estruturá-la. Toda matéria nas proximidades de um homem perverso estaria sujeita a alterações imprevisíveis. A ideia de que Deus pode modificar, e realmente modifica, ocasionalmente, o comportamento da matéria produzindo o que chamamos de milagres, faz parte da fé cristã; mas a própria concepção de um mundo comum e portanto estável exige que tais ocasiões sejam extremamente raras."


"Tente excluir a possibilidade do sofrimento que a ordem da natureza e a existência do livre-arbítrio envolvem, e descobrirá que excluiu a própria vida."

"Nossa vida, a qualquer momento, e suprida por Ele: nosso pequenino e milagroso poder de livre-arbítrio só pode operar nos corpos que a Sua energia contínua mantém vivos - nosso próprio poder de pensar é o Seu poder comunicado a nós."

  • Santo Agostinho

Confissões

 "Era desgraçado, e desgraçada é toda alma presa pelo amor às coisas mortais. Despedaça-se quando as perde, e então sente a miséria que a torna miserável, ainda antes de as perder."


 "Ora, esses astrólogos procuraram destruir o efeito salutar deste conselho (João 5, 14), quando dizem: 'A causa inevitável de pecares vem-te dos céus'."


 "Nem tudo envelhece, mas tudo morre. Por isso, os seres quando nascem e se esforçam por existir, quanto mais depressa crescem para existir tanto mais se apressam a não existir."


"Ainda então me parecia que não éramos nós que pecávamos, mas não sei que outra natureza, estabelecida em nós. A minha soberba deleitava-se com não ter as responsabilidades da culpa." (Sobre os erros maniqueístas).


 "Fostes Vós, só Vós - pois quem é que nos afasta da morte de todo o erro, senão a Vida que não conhece a morte, a Sabedoria que ilumina as inteligências indigentes, sem precisar de luz alguma, e rege todo o mundo, até as folhas movediças das árvores?"


 "Já não desejava coisas melhores, porque, abarcando tudo com o pensamento, via que os elementos superiores são incontestavelmente mais perfeitos que os inferiores. Mas um juízo mais sensato fazia-me compreender que a criação em conjunto valia mais que os elementos superiores tomados isoladamente." (A solução do problema do mal).


 "Porventura a justiça é desigual e mutável? Não. Os tempos a que ela preside é que não ocorrem a par, pois são tempos. E os homens - cuja a vida sobre a terra é breve - não sabem harmonizar pelo raciocínio as razões dos tempos passados e dos outros povos, porque delas não tiveram conhecimento direto. Mas podem verificar facilmente pela experiência própria, no mesmo corpo, no mesmo dia e na mesma casa o que convém a tal membro, a tais circunstâncias, a tal lugar ou a tais pessoas. No primeiro caso escandalizam-se, mas no segundo já se conformam."


 "Só na grandeza da Vossa misericórdia coloco toda a minha esperança. Dai-me o que me ordenais, e ordenai-me o que quiserdes."





  • Dostoiévski

Os Demônios

"O homem é infeliz porque não sabe que é feliz"


 "O socialismo, por sua essência, já deve ser um ateísmo, precisamente porque proclamou desde o início que é uma instituição ateia e pretende organizar-se exclusivamente sobre os princípios da ciência e da razão. A razão e a ciência, hoje e desde o início dos séculos, sempre desempenharam apenas uma função secundária e auxiliar; e assim será até a consumação dos séculos."


 "Porque tenho notado - murmurou-me Stiepan Trofímovitch naquela ocasião - que todos esses socialistas e comunistas desesperados são ao mesmo tempo incríveis unhas de fome, compradores, proprietários, e a coisa chega a tal ponto que quanto mais socialistas, quanto mais avançados, mais intensa é a sua postura de proprietários..."


"A primeira palavra que o outro lhe disse: "Quer dizer que o senhor é general, se fala dessa maneira!", ou seja, no sentido de que ele não podia encontrar uma ofensa pior do que a palavra "general". Ivan Ivánovitch ficou no auge da irritação: "Sim, senhor, eu sou general, e general-tenente, e servi ao meu soberano; já tu, senhor, és um menino e ateu!"."



Os Irmãos Karamázov


 "O mundo proclamou a liberdade, sobretudo nestes derradeiros anos, e o que representa ela? Nada mais senão a escravidão e o suicídio! Porque o mundo diz: 'Tu tens necessidades, satisfá-las, porque possuis os mesmos direitos que os grandes e os ricos. Não temas satisfazê-las, aumenta-as mesmo'. É que resulta esse direito de aumentar as necessidades? Entre os ricos, a solidão e o suicídio espiritual; entre os pobres, a inveja e o crime, porque se conferiram direitos, mas ainda não indicaram os meios de satisfazer as necessidades."



Frase de 1854:


 "Esse símbolo é muito simples: acreditar que não há nada mais belo, mais profundo, mais simpático, mais racional, mais corajoso e perfeito que Cristo, e não só não há como eu ainda afirmo com um amor cioso que não pode haver. Além disso, se alguém me demonstrasse que Cristo está fora da verdade e se realmente a verdade estivesse fora de Cristo, melhor para mim seria querer ficar com Cristo do que com a verdade"




  • Viktor Frankl


Em busca de sentido:

"Jamais vou esquecer certa noite em que fui acordado pelo companheiro que dormia ao meu lado a gemer e revolver-se, evidentemente sob o efeito de algum pesadelo horrível. Quero observar de antemão que pessoalmente sempre tive pena de pessoas torturadas por angustiosos pesadelos ou fantasias. Por isso eu já estava prestes a acordar o pobre companheiro atormentado pelo pesadelo. Neste instante, assustei-me do meu propósito e retirei a minha mão que já ia despertar o companheiro do seu sonho. Pois, naquele momento, me conscientizei com muita nitidez de que nem mesmo o sonho mais terrível poderia ser tão ruim como a realidade que nos cercava ali no campo; e eu estava prestes a chamar alguém de volta para a experiência desperta e consciente desta realidade... "


"Isso me lembra de uma velha história da morte em Teerã. Estava um persa rico e poderoso passeando, certa vez, pelo parque de sua casa, em companhia de seu criado. Este se põe a lamentar que acabou de ver a morte ameaçando levá-lo. O criado implora a seu amo que lhe dê o cavalo mais rápido para se pôr imediatamente a caminho e fugir rumo a Teerã, onde ele queria chegar naquela mesma noite. O amo lhe dá o cavalo, e o criado parte a galope. Caminhando de volta para casa, o próprio amo se depara com a morte e passa a interrogá-la: 'Por que assustaste meu criado desta forma, por que o ameaçaste?' Responde-lhe a morte: 'Ora, não o ameacei! Nem quis assustá-lo. Apenas me admirei, surpresa com o fato de vê-lo aqui, pois devo encontrá-lo em Teerã ainda hoje à noite!' "



"A maioria preocupava-se com a questão: 'Será que vamos sobreviver ao campo de concentração? Pois, caso contrario, todo esse sofrimento não tem sentido'. Em contraste, a pergunta que me afligia era outra: "Será que tem sentido todo esse sofrimento, essa morte ao nosso redor? Pois caso contrário, afinal de contas, não faz sentido sobreviver ao campo de concentração". Uma vida cujo sentido depende exclusivamente de se escapar com ela ou não e, portanto, das boas graças de semelhante acaso - uma vida dessas nem valeria a pena ser vivida. "

"Considero perigosa e errônea a noção de higiene mental que pressupõe que a pessoa necessita em primeiro lugar de equilíbrio, ou, como se diz na biologia, de 'homeostase', ou seja, de um estado livre de tensão. O que o ser humano realmente precisa não é um estado livre de tensões, mas antes a busca e a luta por um objetivo que valha a pena, uma tarefa escolhida livremente."


  • Pais da Igreja


Como Deus deve ser servido (Primeira apologia de Justino Mártir):

"Pois, como no princípio Ele nos criou quando não éramos, assim consideramos que, da mesma forma, aqueles que escolhem o que é agradável a Ele são, por causa de sua escolha, considerados dignos de incorrupção e de comunhão com Ele".

"E mais do que todos os outros homens, somos seus ajudantes e aliados na promoção da paz, visto que temos essa visão de que é igualmente impossível para os ímpios, os avarentos, os conspiradores e os virtuosos escapar da atenção de Deus, e que cada homem vai para o castigo eterno ou salvação de acordo com o valor de suas ações. Pois se todos os homens soubessem disso, ninguém escolheria a maldade nem por um pouco, sabendo que vai para o castigo eterno do fogo; mas iriam por todos os meios se conter e se adornar com virtude, para que pudesse obter as boas dádivas de Deus e escapar das punições".

Analogias pagãs à doutrina cristã (Primeira apologia de Justino Mártir)

"Sibila [3] e Histaspes diziam que deveria haver uma dissolução por Deus das coisas corruptíveis. E os filósofos chamados estoicos ensinam que até o próprio Deus será transformado em fogo, e dizem que o mundo deve ser formado de novo por esta revolução; mas entendemos que Deus, o Criador de todas as coisas, é superior às coisas que devem ser mudadas".

Responsabilidade afirmada (Primeira apologia de Justino Mártir):

"Aprendemos com os profetas, e consideramos verdade, que punições e castigos e boas recompensas são prestados de acordo com o mérito das ações de cada homem".

Não anulado por profecia (Primeira apologia de Justino Mártir):

"De modo que o que dizemos sobre os eventos futuros que estão sendo preditos, não o dizemos como se tivessem ocorrido por uma necessidade fatal; mas Deus sabendo de antemão tudo o que deve ser feito por todos os homens, e sendo Seu decreto que as ações futuras dos homens serão recompensadas de acordo com seus diversos valores, Ele prediz pelo Espírito de profecia que Ele concederá recompensas adequadas de acordo com o mérito das ações realizadas, sempre incitando a raça humana ao esforço e recolhimento, mostrando que Ele cuida e provê para os homens". 



  • J. C. Ryle

(Nós Desatados)

"Onde está o seu Deus, meu menino?", disse um infiel a uma criança que viu saindo de uma igreja. "Onde está o seu Deus de quem você tem lido? Mostre-o para mim, e eu te darei uma guloseima". “Mostra-me onde Ele não está”, foi a resposta, “e eu darei a vocês duas! Meu Deus está em todo lugar!”. Bem, é dito que, "Deus escolheu as coisas fracas do mundo para confundir as coisas que são fortes". “Da boca de crianças e bebês aperfeiçoastes o louvor” (1 Coríntios 1. 27; Mateus 21. 16).



0 Comentário: