Efésios 1

1. Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, para os santos que estão em Éfeso e para os fiéis em Cristo Jesus:

2. Graça seja convosco, e paz, de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.

3. Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo:

4. Bem como ele nos escolheu antes da fundação do mundo, para que sejamos santos e sem culpa diante dele em amor:

5. Tendo nos predestinado à adoção de filhos de Jesus Cristo para si mesmo, de acordo com o bom prazer de sua vontade,

6. Para o louvor da glória de sua graça, na qual ele nos fez aceitos no Amado.

7. Em quem temos a redenção através do seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da sua graça;

8. Em que ele abundou em nossa direção com toda sabedoria e prudência;

9. Tendo-nos tornado conhecido o mistério de sua vontade, de acordo com sua boa vontade que ele propôs em si mesmo:

10. Para que, na dispensação da plenitude dos tempos, ele possa reunir em um todas as coisas em Cristo, ambas no céu e na terra; mesmo nele:

11. Em quem também obtivemos uma herança, sendo predestinados de acordo com o propósito daquele que faz todas as coisas segundo o conselho de sua própria vontade:

12. Que devemos ser para louvor da sua glória, que primeiro confiou em Cristo.

13. Em quem também confiaste, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação; em quem também depois que crestes, fostes selados com o santo Espírito da promessa

14. O qual é a penhor da nossa herança até a redenção da possessão adquirida, para o louvor da sua glória.

15. Portanto eu também, depois de ouvir sua fé no Senhor Jesus, e amar a todos os santos,

16. Não deixo de agradecer por você, fazendo menção a você em minhas orações;

17. Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, possa dar a você o espírito de sabedoria e revelação no conhecimento dele:

18. Os olhos do seu entendimento estão sendo iluminados; para que saibais qual é a esperança do seu chamado e quais são as riquezas da glória da sua herança nos santos,

19. E qual é a grandeza excessiva de seu poder para conosco, que creem, segundo a operação de seu poderoso poder,

20. Que ele operou em Cristo, quando o ressuscitou dentre os mortos, e o pôs à sua mão direita nos lugares celestiais,

21. Muito acima de todo governo, autoridade, poder e domínio, e todo nome que é nomeado, não apenas neste mundo, mas também naquilo que está por vir:

22. E pôs todas as coisas debaixo de seus pés, e lhe deu a cabeça sobre todas as coisas à igreja,

23. Qual é o seu corpo, a plenitude daquele que preenche tudo em todos.