ad

Esdras 5

O Templo volta a ser construído.

1Então os profetas Ageu e Zacarias, este filho de Ido, profetizaram aos judeus que estavam em Judá e em Jerusalém em nome do Deus de Israel, que estava sobre eles. 2Então se levantou Zorobabel, filho de Salatiel, e Jesua, filho de Jozadaque, e começaram a edificar a casa de Deus que está em Jerusalém; e com eles os profetas de Deus os ajudavam.

3Ao mesmo tempo veio a eles Tatenai, governador deste lado do rio, e Setar-Bozenai e seus companheiros, e lhes disseram assim: “Quem os ordenou que edifiquem esta casa e refaçam este muro?”. 4Então lhes dissemos assim: “Quais são os nomes dos homens que fazem este edifício?”. 5Mas os olhos de seu Deus estavam sobre os anciãos dos judeus, para que eles não pudessem fazê-los cessar, até que o assunto chegasse a Dario: e então eles responderam por carta sobre este assunto. 6A cópia da carta que Tatenai, governador deste lado do rio, e Setar-Bozenai e seus companheiros, os afarsaquitas, que estavam deste lado do rio, enviaram ao rei Dario: 7Enviaram-lhe uma carta, na qual estava escrito assim:

“Ao rei Dario, toda paz.

8Seja notório ao rei que fomos à província da Judeia, à casa do grande Deus, edificada com grandes pedras, e posta madeira nas paredes; e esta obra avança rapidamente, e prospera em suas mãos.

9Então perguntamos àqueles anciãos, e lhes dissemos assim: ‘Quem os mandou construir esta casa e fazer estas paredes?’. 10Pedimos também seus nomes, para lhe certificar, para que pudéssemos escrever os nomes dos homens que eram os chefes deles.

11E assim eles nos responderam, dizendo: Nós somos servos do Deus do céu e da terra, e edificamos a casa que foi construída há muitos anos, a qual um grande rei de Israel edificou e estabelecei. 12Mas, depois que nossos pais provocaram à ira o Deus do céu, ele os entregou nas mãos de Nabucodonosor, rei de Babilônia, o caldeu, que destruiu esta casa e levou o povo para a Babilônia. 13Mas no primeiro ano de Ciro, o rei da Babilônia, o mesmo rei Ciro fez um decreto para construir esta casa de Deus. 14E também os vasos de ouro e de prata da casa de Deus, que Nabucodonosor tirou do templo que estava em Jerusalém, e os trouxe ao templo de Babilônia, esses o rei Ciro tirou do templo de Babilônia, e eles foram entregues a um, cujo nome era Sesbazar, a quem ele havia feito governador; 15e disse-lhe: ‘Toma estes vasos, vai, leva-os ao templo que está em Jerusalém, e no seu lugar se edifique a casa de Deus’. 16Então veio o mesmo Sesbazar, e lançou os alicerces da casa de Deus que está em Jerusalém.

17Agora, pois, se parecer bem ao rei, procure-se na casa do tesouro do rei, que está ali em Babilônia, se está correto que o rei Ciro decretou a edificação desta casa de Deus em Jerusalém, e deixe o rei nos transmitir sua vontade sobre este assunto”.