Filipenses 2

1. Se houver, portanto, algum consolo em Cristo, se houver consolo no amor, se houver comunhão do Espírito, se houver entranhas e misericórdia,

2. Cumpram a minha alegria, para que sejam parecidos, tendo o mesmo amor, sendo unânimes, de pensamento único.

3. Nada faça por contenda ou vanglória; mas com humildade, cada um considerando os outros superiores a si.

4. Não olhe apenas para as suas próprias coisas, mas também para as coisas dos outros.

5. Que esta mente esteja em você, que também estava em Cristo Jesus:

6. Que, sendo na forma de Deus, achou que não era ilícito ser igual a Deus:

7. Mas não fez fama, e assumiu a forma de servo, e foi feito à semelhança de homens.

8. E, sendo encontrado como homem, humilhou-se e tornou-se obediente até a morte, a morte da cruz.

9. Portanto Deus também o exaltou muito, e lhe deu um nome que está acima de todo nome:

10. Que, em nome de Jesus, todo joelho se dobrará, tanto quem está no céu, quanto na terra e debaixo da terra;

11. E que toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.

12. Portanto, meu amado, como sempre obedeceu, não apenas na minha presença, mas agora muito mais na minha ausência, trabalhe sua própria salvação com temor e tremor.

13. Porque é Deus quem trabalha em você, seja o querer ou o fazer, segundo sua boa vontade.

14. Faça todas as coisas sem murmúrios e disputas:

15. Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, os filhos de Deus, inculpáveis no meio de uma nação avessa e perversa, entre os quais brilhais como luzes no mundo;

16. Segurando a palavra da vida; para me alegrar no dia de Cristo, que não corri em vão, nem trabalhei em vão.

17. E se eu for oferecido como sacrifício e serviço de sua fé, deleito-me e me alegro com todos vocês.

18. Pela mesma causa também vos alegrais e regozija-te comigo.

19. Mas eu confio no Senhor Jesus para enviar Timóteo em breve para vós, para que eu também tenha bom ânimo, quando eu conhecer sobre o seu estado.

20. Pois eu não tenho homem semelhante que sinceramente cuidasse do seu estado.

21. Pois todos buscam o seu próprio interesse, não o que é de Jesus Cristo.

22. Mas saibam vocês que ele deu prova de que, como o filho de um pai, serviu comigo no evangelho.

23. Portanto, espero enviá-lo logo, assim que eu ver o que ocorrerá comigo.

24. Mas confio no Senhor que eu também irei em breve.

25. No entanto, eu supunha que era necessário enviar-lhe Epafrodito, meu irmão e cooperador de trabalho, e companheiro de batalha, mas vosso mensageiro e aquele que atendia às minhas necessidades.

26. Porque ele ansiava por todos vós e estava angustiado, porque ouvistes que estava doente.

27. Pois, de fato, estava doente próximo da morte; mas Deus teve misericórdia dele; e não somente nele, mas também em mim, para que eu não tenha tristeza sobre tristeza.

28. Enviei-lhe, portanto, com mais cuidado, para que, quando o vir novamente, se alegrar, e que eu possa ficar menos triste.

29. Portanto, receba-o no Senhor com toda alegria; e mantenha tal reputação:

30. Porque, para a obra de Cristo, ele estava quase morto, não fazendo caso de sua própria vida, por suprir a vossa falta de serviço para comigo.