Filipenses 3

1. Finalmente, meus irmãos, regozijem-se no Senhor. Escrever as mesmas coisas para você, para mim, de fato, não é doloroso, mas para você é seguro.

2. Cuidado com os cães, cuidado com os trabalhadores maus, cuidado com a mutilação.

3. Porque nós somos a circuncisão, que adoramos a Deus no espírito, e nos alegramos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne.

4. Embora eu também possa ter confiança na carne. Se qualquer outro homem pensa que tem do que pode confiar na carne, eu mais:

5. Circuncidado no oitavo dia, do rebanho de Israel, da tribo de Benjamim, um hebreu dos hebreus; como diz a lei, um fariseu;

6. Quanto ao zelo, perseguidor da igreja; conforme a justiça que há na lei, irrepreensível.

7. Mas, para mim, o que era ganho, passei a considerar perda, por Cristo.

8. Sim, sem dúvida, conto todas as coisas como perda, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por quem sofri a perda de todas as coisas, e as considero apenas esterco, para que eu possa ganhar a Cristo,

9. E seja achado nele, não tendo a minha própria justiça, que é da lei, mas a que é pela fé de Cristo, a justiça que é de Deus pela fé.

10. Para que eu o conheça, e o poder de sua ressurreição e a comunhão de seus sofrimentos, tornando-se conforme à sua morte;

11. Se, por qualquer meio, eu alcançar a ressurreição dos mortos.

12. Não que eu já tivesse atingido, o que já seja perfeitos; mas eu sigo em frente, para que eu possa apreender aquilo pelo qual também fui conquistado por Cristo Jesus.

13. Irmãos, não me considero que já o tenha alcançado; mas faço uma coisa, esquecendo as coisa que ficaram e estendendo a mão às coisas virão;

14. Prossigo em direção à marca do prêmio do alto chamado de Deus em Cristo Jesus.

15. Sejamos, portanto, todos os que são perfeitos, assim igualmente em pensamento: e se tiverdes uma pensamento diferente, Deus vos revelará isso ainda.

16. No entanto, a que já alcançamos, andemos pela mesma regra, lembre-se da mesma coisa.

17. Irmãos, sejam meus seguidores juntos, e observem os que assim andam, tal como você nos tem por exemplo.

18. (Porque muitos andam, dos quais eu já mencionei muitas vezes, e agora digo até chorando, que são os inimigos da cruz de Cristo:

19. Do qual o fim é a destruição, cujo Deus é o seu ventre, e cuja glória está na sua própria vergonha, que se ocupam das coisas terrenas.)

20. Mas a nossa conversa está no céu; de onde também procuramos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo:

21. Que mudará nosso corpo vil, para que seja modelado como o seu corpo glorioso, de acordo com o trabalho pelo qual ele é capaz, o de subjugar todas as coisas para si mesmo.