ad

Filipenses 4

Últimos conselhos.

1Portanto, meus irmãos amados e queridos, minha alegria e coroa, permaneçam firmes no Senhor, meus amados.

2Peço a Evódia e a Síntique que sejam da mesma mente no Senhor. 3E também lhe peço, verdadeiro colega de trabalho, para ajudar as mulheres que trabalharam comigo no evangelho, também com Clemente e com outros colegas de trabalho, cujos nomes estão no Livro da Vida.

4Alegrem-se sempre no Senhor; e novamente digo: Alegrem-se.

5Deixem sua moderação ser conhecida por todos os homens. O Senhor está próximo.

6Não se inquietem por nada; mas em tudo, pela oração e súplica com ação de graças, sejam feitos conhecidos seus pedidos a Deus. 7E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará seus corações e mentes por meio de Cristo Jesus.

8Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é agradável, tudo o que é de boa reputação; se houver alguma virtude e se houver algum elogio, pensem nessas coisas. 9As coisas que vocês aprenderam, e receberam, e ouviram, e viram em mim, façam-no; e o Deus da paz estará com vocês.

 

Gratidão pela generosidade dos filipenses.

10Mas eu me alegrei muito no Senhor, porque agora finalmente seus cuidados comigo voltaram a florescer; no qual vocês sempre foram cuidadosos, mas não tinham oportunidade. 11Não que eu fale em relação à falta, pois aprendi, em qualquer estado em que eu esteja, a estar contente. 12Sei como ser humilhado e como abundar: em todo lugar e em todas as coisas sou instruído a estar satisfeito e a ter fome, a ter abundância e a sofrer necessidade. 13Eu posso fazer todas as coisas através de Cristo, que me fortalece.

14Não obstante, fizeram bem em compartilhar a minha aflição. 15Agora, os filipenses sabem também que, no começo do evangelho, quando eu parti da Macedônia, nenhuma igreja compartilhou comigo em relação a dar e receber, mas somente vocês. 16Pois mesmo em Tessalônica, vocês enviaram uma e outra vez o que eu necessitava. 17Não porque desejo um presente, mas desejo frutos que possam abundar em sua conta. 18Mas eu tenho tudo e sou abundante: estou satisfeito, tendo recebido de Epafrodito as coisas que lhe foram enviadas, um odor de cheiro doce, um sacrifício aceitável, agradável a Deus. 19Mas meu Deus suprirá todas as suas necessidades, de acordo com suas riquezas na glória em Cristo Jesus. 20Agora, para Deus e nosso Pai, seja glória para todo o sempre. Amém.

 

Saudações e benção.

21Saúdem cada santo em Cristo Jesus. Os irmãos que estão comigo os cumprimentam. 22Todos os santos os saúdam, principalmente os que são da casa de César.

23A graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja com todos vocês. Amém.