Filipenses

Filipos pertencia à Trácia até 358 a.C., quando foi tomada por Filipe, rei da Macedônia, pai de Alexandre, o Grande. Era o lugar onde Marco Antônio e Octavius ​​derrotavam Bruto e Cássio (42 a.C.). que derrota derrubou a oligarquia romana, e Augusto (Octavius) foi feito imperador. Is estava na grande estrada pela qual todo comércio e comerciantes que iam para o leste e oeste deveriam passar e era, portanto, um centro de evangelismo adequado para toda a Europa. Foi o local onde a primeira igreja da Europa foi estabelecida por Paulo em sua segunda jornada missionária, 52 a.C..

Por uma visão de Deus, Paulo foi para Filipos na segunda jornada missionária (Atos 16: 9-12). Ele primeiro pregou na reunião de oração de uma mulher, onde Lídia foi convertida. Ela lhe forneceu uma casa enquanto ele continuava seu trabalho na cidade. Depois de algum tempo, surgiu uma grande oposição a ele, e ele e Silas foram espancados e presos, mas através da oração foram libertados por um terremoto que também resultou na conversão do carcereiro (Atos 16). Talvez ele os tenha visitado novamente em sua jornada de Éfeso para a Macedônia (Atos 20 2 Coríntios 2: 12-13; 7: 5-6). Ele passou a Páscoa lá (Atos 20: 6) e recebeu mensagens deles (Filipenses 4: 16). Eles também lhe enviaram assistência (Filipenses 4: 18) e ele escreveu esta carta para eles.

É uma carta informal, sem plano lógico ou argumentos doutrinários. É a expressão espontânea de amor e gratidão. É um amigo e irmão terno, de coração caloroso e amoroso, apresentando as verdades essenciais do evangelho em termos de relações amigáveis. Ele encontrou nelas constantes razões para se regozijar, e agora que Epafrodito, que havia lhe trazido ajuda, estava prestes a retornar de Roma a Filipos, ele teve a oportunidade de lhes enviar uma carta de agradecimento (Filipenses 4:18). É notável por sua ternura, avisos, súplicas e exortações e deve ser lido frequentemente como um tônico espiritual.

Foi escrito por Paulo durante sua prisão em Roma, por volta de 62 a.C..

~
  • Capítulos:
1 - 2 - 3 - 4

~