Gálatas 3

1. Ó gálatas tolos, que vos enfeitiçaram, para que não obedeças a verdade, diante de cujos olhos Jesus Cristo foi evidentemente exposto, crucificado entre vós?

2. Isso somente gostaria de saber de vocês: Recebestes o Espírito pelas obras da lei ou pela audição da fé?

3. Vocês são tão tolos? Tendo começado no Espírito, vocês agora são aperfeiçoados pela carne?

4. Sofreste tantas coisas em vão? Se é que foi mesmo em vão.

5. Portanto, aquele que ministra a você o Espírito e faz milagres entre vocês, faz isso pelas obras da lei ou pelo ouvir da fé?

6. Assim como Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado como justiça.

7. Sabei, pois, que os que são da fé são os filhos de Abraão.

8. E a escritura, prevendo que Deus justificaria os gentios através da fé, pregou o evangelho a Abraão, dizendo: Em ti serão abençoadas todas as nações.

9. Assim, os que são de fé são abençoados com o fiel Abraão.

10. Pois todos os que são obras da lei estão amaldiçoados; porque está escrito: maldito todo aquele que não continuar em todas as coisas que estão escritas no livro da lei para fazê-las.

11. Porém, nenhum homem é justificado pela lei aos olhos de Deus, é evidente: pois, o justo viverá pela fé.

12. E a lei não é da fé, mas o homem que a pratica, nela viverá.

13. Cristo nos redimiu da maldição da lei, e se fez uma maldição por nós; porque está escrito: maldito todo aquele que se pendura no madeiro.

14. Que a bênção de Abraão possa vir sobre os gentios através de Jesus Cristo; para que possamos receber a promessa do Espírito pela fé.

15. Irmãos, falo segundo a maneira dos homens; embora seja apenas um pacto de homem, ainda que seja confirmado, ninguém o anula ou o acrescenta além disso.

16. Agora a Abraão e sua semente foram feitas as promessas. Ele não diz: E para sementes, como de muitos; mas como de um, e para a tua descendência, que é Cristo.

17. E isto eu digo, que a aliança, que foi confirmada diante de Deus em Cristo, a lei, que veio quatrocentos e trinta anos depois, não pode ser invalidada, para que a promessa não perca o efeito.

18. Porque, se a herança é da lei, não é mais promessa; mas Deus a deu a Abraão por promessa.

19. Por que, então, serve a lei? Foi acrescentado por causa de transgressões, até que a semente chegasse a quem a promessa foi feita; e foi ordenado por anjos na mão de um mediador.

20. Agora, um mediador não é mediador de um, mas Deus é um.

21. A lei é contra as promessas de Deus? De modo algum: pois, se houvesse uma lei que pudesse dar vida, em verdade, a justiça seria pela lei.

22. Mas as escrituras concluíram tudo sob o pecado, para que a promessa pela fé de Jesus Cristo fosse feita aos que cressem.

23. Mas, antes que a fé viesse, éramos mantidos sob a lei, calados à fé que depois deveria ser revelada.

24. Portanto, a lei era nosso professor para nos levar a Cristo, para que fôssemos justificados pela fé.

25. Mas depois que essa fé veio, não estamos mais sob o comando de um professor.

26. Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus.

27. Porque tantos de vocês que foram batizados em Cristo, já vos revestistes de Cristo.

28. Não há judeu nem grego, não há vínculo nem liberdade, não há homem nem mulher; pois todos sois um em Cristo Jesus.

29. E se sois de Cristo, então sois a semente de Abraão e herdeiros de acordo com a promessa.