Gálatas 4

1. Agora eu digo que o herdeiro, enquanto criança, nada difere de um servo, embora ele seja o senhor de todos;

2. Mas fica sob tutores e governadores até o tempo indicado pelo pai.

3. Mesmo assim, quando éramos crianças, estávamos em cativeiro sob os elementos do mundo:

4. Mas quando chegou a plenitude do tempo, Deus enviou seu Filho, nascido de uma mulher, criado sob a lei,

5. Redimindo os que estavam sob a lei, para que pudéssemos receber a adoção de filhos.

6. E porque sois filhos, Deus enviou o Espírito de seu Filho aos vossos corações, clamando Aba, Pai.

7. Portanto você não é mais um servo, mas um filho; e sendo um filho, então é um herdeiro de Deus através de Cristo.

8. Contudo, quando não conhecias a Deus, serviste àqueles que por natureza não são deuses.

9. Mas agora, depois que conhecestes a Deus, ou melhor, somos conhecidos de Deus, como voltamos novamente aos elementos fracos e pedintes, aos quais desejam novamente estar em cativeiro?

10. Vocês observam dias, meses, horas e anos.

11. Temo que, com vocês, eu tenha trabalhado em vão.

12. Irmãos, peço-lhes, sejam como eu sou; porque eu sou como vós sois; não me ofenderam de forma alguma.

13. Vocês sabem como, pela enfermidade da carne, eu preguei o evangelho para vocês no começo.

14. E a tentação que estava na minha carne não desprezastes, nem rejeitastes; mas me receberam como anjo de Deus, como Cristo Jesus.

15. Onde está então a bem-aventurança de que falavam? Pois eu testemunho que, se fosse possível, vocês teriam arrancado seus próprios olhos e os teriam dado a mim.

16. Tornei-me, portanto, seu inimigo, porque digo a verdade?

17. Eles te demonstram afeto de forma zelosa, mas não para o bem; sim, eles desejam excluir-vos, para que vocês os busquem.

18. Mas é sempre bom ser zelosamente afetuoso pelo bem, e não apenas quando estou presente com vocês.

19. Meus filhinhos, pelos quais eu sofro dores de parto, até que Cristo seja formado em vocês,

20. Desejo estar presente com vocês agora e mudar o tom de voz; pois estou em dúvida quanto a vocês.

21. Diga-me, vós que desejais estar debaixo da lei, não ouvis a lei?

22. Porque está escrito que Abraão teve dois filhos, um de uma escrava e outro de uma livre.

23. Mas quem era da escrava nasceu segundo a carne; mas ele, da mulher livre, era por promessa.

24. Os quais são as alegorias: pois estes são os dois convênios; o do monte Sinai, gerando para a escravidão, que é Agar.

25. Pois Agar é o monte Sinai, na Arábia, e corresponde a Jerusalém que agora é e está em servidão com seus filhos.

26. Mas Jerusalém que está em cima é livre, que é a mãe de todos nós.

27. Porque está escrito: Alegra-te, estéril, que não dás à luz; rompe e clama, tu que não sofre; porque a desolada tem muito mais filhos do que a que tem marido.

28. Agora nós, irmãos, tal como Isaque, somos filhos da promessa.

29. Mas, como naquele tempo, aquele que nascia após a carne perseguiu o que nascia após o Espírito, assim é agora.

30. No entanto, o que diz a escritura? Expulsa a escrava e seu filho; porque o filho da escrava não será herdeiro do filho da livre.

31. Portanto, irmãos, não somos filhos da escrava, mas da livre.