Gênesis

O nome significa começo, origem ou criação. O pensamento principal, portanto, é a criação, e devemos estudá-lo com o objetivo de descobrir tudo, cujo começo está registrado nele. Certamente, temos o registro de: (1) O começo do mundo que Deus criou. (2) O princípio do homem como criatura de Deus. (3) O começo do pecado, que entrou no mundo pela desobediência do homem. (4) O começo da redenção, visto de maneira semelhante nas promessas e tipos do livro e na família escolhida. (5) O início da condenação, vista na destruição e punição de indivíduos, cidades e do mundo.

O principal objetivo do livro é escrever uma história religiosa, mostrando como, depois que o homem caiu em pecado, Deus começou a dar-lhe uma religião e a desdobrar-lhe um plano de salvação. Ao fazer isso, Deus é revelado como Criador, Preservador, Legislador, Juiz e Misericordioso Soberano.

Embora o livro não tente explicar muitos assuntos deixados para investigação, ele expõe vários fatos que indicam o plano geral do universo e fornecem uma base para a pesquisa científica. Entre as coisas mais importantes indicadas estão: (1) Houve um começo das coisas. (2) As coisas não vieram por acaso. (3) Existe um Criador que continua a se interessar e a controlar o universo. (4) Houve um progresso ordenado na criação, do menos e mais simples para o maior e mais complexo. (5) Tudo o mais foi trazido à existência para o homem, que é a obra principal da criação.

O germe de toda a verdade que é revelada nas escrituras é encontrado em Gênesis e conhecer bem este livro é conhecer o plano de Deus para a bênção do homem. Acima de tudo, aprendemos sobre a natureza e obra de Deus.

~
Capítulos:

1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6 - 7 - 8 - 9 - 10 - 11 - 12 - 13 - 14 - 15 - 16 - 17 - 18 - 19 - 20 - 21 - 22 - 23 - 24 - 25 - 26 - 27 - 28 - 29 - 30 - 31 - 32 - 33 - 34 - 35 - 36 - 37 - 38 - 39 - 40 - 41 - 42 - 43 - 44 - 45 - 46 - 47 - 48 - 49 - 50

~