Judas 1

1. Judas, o servo de Jesus Cristo e irmão de Tiago, para os que são santificados por Deus Pai e preservados em Jesus Cristo, e chamados:

2. Misericórdia para com você, e paz e amor sejam multiplicados.

3. Amado, quando eu me esforcei para escrever a você sobre a salvação comum, era necessário que eu lhe escrevesse e exorto a que sinceramente lute pela fé que uma vez foi entregue aos santos.

4. Porque há homens infiltrados, que muito antes eram ordenados para esta condenação, homens ímpios, transformando a graça de nosso Deus em lascívia e negando o único Senhor Deus e nosso Senhor Jesus Cristo.

5. Portanto, lembrarei a vocês, embora soubessem disso uma vez, que o Senhor, depois de salvar o povo da terra do Egito, destruiu depois os que não creram.

6. E os anjos que não mantiveram seu primeiro estado, mas deixaram sua própria habitação, ele reservou em cadeias eternas, sob as trevas, para o julgamento do grande dia.

7. Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades ao seu redor da mesma maneira, entregando-se à fornicação e perseguindo carne estranha, são apresentadas por exemplo, sofrendo a vingança do fogo eterno.

8. Da mesma forma, esses sonhadores sujos contaminam a carne, desprezam o domínio e falam mal das dignidades.

9. No entanto, Miguel, o arcanjo, ao disputar com o diabo sobre o corpo de Moisés, não trouxe contra ele uma acusação de maldição, mas disse: O Senhor te repreende.

10. Mas estes falam mal das coisas que não sabem; mas o que sabem naturalmente, como animais brutos, nessas coisas se corrompem.

11. Ai deles! Pois eles seguiram o caminho de Caim e correram avidamente pelo erro de Balaão em busca de recompensa, e pereceram na indiferença de Corá.

12. São pontos em suas festas de caridade, quando se deleitam com você, alimentando-se sem medo: nuvens sem água, carregadas de ventos; árvores cujos frutos murcham, sem frutos, duas vezes mortos, arrancados pelas raízes;

13. Ondas furiosas do mar, espumando sua própria vergonha; estrelas errantes, a quem está reservada a escuridão das trevas para sempre.

14. E Enoque também, o sétimo desde Adão, profetizou sobre eles, dizendo: Eis que o Senhor vem com dez milhares de seus santos,

15. Para executar julgamento sobre todos, e convencer todos os ímpios de todas as suas obras de impiedade, que cometeram terrivelmente, e de todos os seus discursos duros que pecadores ímpios falaram contra ele.

16. São murmuradores, queixosos, caminhando segundo suas próprias concupiscências; e sua boca fala grandes palavras inchadas, tendo admiração dos homens por causa de vantagens.

17. Mas, amados, lembrem-se das palavras que foram ditas anteriormente pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo;

18. Como eles lhe disseram que deveria haver zombadores dos últimos tempos, que deveriam seguir suas próprias concupiscências ímpias.

19. Estes são os que se separam, mundanos, sem o Espírito.

20. Mas amados, edificai-vos na vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo,

21. Mantenham-se no amor de Deus, procurando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna.

22. E de alguns tenham compaixão, fazendo a diferença:

23. E outros salvem com temor, puxando-os para fora do fogo; odiando até as vestes manchadas pela carne.

24. Agora, para aquele que é capaz de impedir que você caia e apresentá-lo sem falhas diante da presença de sua glória com grande alegria,

25. Ao único Deus sábio, nosso Salvador, seja glória e majestade, domínio e poder, agora e para sempre. Amém.