ad

Romanos 14

A liberdade e a lei.

1Aquele que é fraco na fé, que seja recebido, mas não para disputas duvidosas. 2Porque alguns creem que podem comer todas as coisas; outros, fracos, comem ervas. 3Quem come não despreze quem não come; e quem não come não julgue quem come, porque Deus o recebeu. 4Quem é você para que julgue o servo de outro homem? Para seu próprio mestre, ele permanece ou cai. Sim, ele será mantido; porque Deus é capaz de fazê-lo resistir.

5Um homem estima um dia acima do outro; outro estima todos os dias da mesma forma. Que cada homem esteja totalmente seguro em sua própria mente. 6Aquele que considera o dia, o considera ao Senhor; e aquele que não considera o dia, para o Senhor não o considera. Quem come, come ao Senhor, porque dá graças a Deus; e quem não come, para o Senhor não come, e dá graças a Deus. 7Porque nenhum de nós vive para si mesmo, e ninguém morre para si. 8Pois, se vivemos, vivemos para o Senhor; e se morremos, morremos para o Senhor; se vivemos, portanto, ou morremos, somos do Senhor. 9Pois, para esse fim, Cristo morreu e viveu novamente, para que pudesse ser o Senhor dos mortos e dos vivos. 10Mas por que julga o seu irmão? Ou por que despreza o seu irmão? Pois todos estaremos diante do tribunal de Cristo. 11Porque está escrito: 

“Como vivo, diz o Senhor, 

Todo joelho se dobrará a mim, 

E toda língua se confessará a Deus.”

12Portanto, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus. 13Portanto, não julguemos mais um ao outro: antes julguem isso de modo que ninguém ponha uma pedra de tropeço no caminho de seu irmão, ou uma ocasião de queda.

 

A liberdade e o amor.

14Eu sei, e estou convencido pelo Senhor Jesus, de que não há nada impuro em si; mas para aquele que considera qualquer coisa impura, para ele é impuro. 15Mas se o seu irmão se entristece com a sua comida, agora não anda com amor. Não o destrua com a sua comida, por quem Cristo morreu. 16Não se fale, portanto, do seu bem: 17pois o reino de Deus não é carne e bebida; mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo. 18Pois quem nisto serve a Cristo é aceitável a Deus e aprovado pelos homens.

      19Vamos, portanto, seguir as coisas que promovem a paz e as coisas com as quais um pode edificar o outro. 20Pois a carne não destrói a obra de Deus. Todas as coisas são de fato puras; mas é mau para o homem que come com ofensa. 21É bom nem comer carne, nem beber vinho, nem nada pelo qual o seu irmão tropeça, ou se ofende, ou se enfraquece. 22Você tem fé? Tenha diante de Deus. Feliz é aquele que não se condena naquilo que permite. 23E quem duvida é condenado se comer, porque não come de fé; porque tudo o que não é de fé é pecado.