Romanos 5

1. Sendo justificados pela fé, temos paz com Deus através de nosso Senhor Jesus Cristo:

2. Por quem também temos acesso pela fé a essa graça em que permanecemos e nos regozijamos na esperança da glória de Deus.

3. E não apenas isso, mas também nos gloriamos nas tribulações: sabendo que a tribulação opera paciência;

4. E paciência, experiência; e experiência, esperança:

5. E a esperança não envergonha; porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

6. Pois quando ainda não tínhamos força, no devido tempo, Cristo morreu pelos ímpios.

7. Porque dificilmente um homem justo morrerá: ainda assim, por um homem bom, alguns até ousariam morrer.

8. Mas Deus prova seu amor por nós, pois, enquanto ainda éramos pecadores, Cristo morreu por nós.

9. Muito mais do que isso, agora sendo justificados pelo seu sangue, seremos salvos da ira através dele.

10. Se, quando éramos inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, e muito mais, sendo reconciliados, seremos salvos por sua vida.

11. E não somente isso, mas também nos alegramos em Deus através de nosso Senhor Jesus Cristo, por quem agora recebemos a expiação.

12. Portanto, como por um homem o pecado entrou no mundo e a morte pelo pecado; e assim a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.

13. (Pois até a lei, o pecado estava no mundo; mas o pecado não é imputado quando não há lei.

14. Não obstante, a morte reinou de Adão a Moisés, mesmo sobre aqueles que não pecaram após a semelhança da transgressão de Adão, que é a figura daquele que estava por vir.

15. Mas não como ofensa, o mesmo acontece com o dom gratuito.  Pois se, pela ofensa de um, muitos estão mortos, muito mais a graça de Deus e o dom da graça, que é de um homem, Jesus Cristo, abundaram para muitos.

16. Assim é o dom, e não como aquele que pecou: pois o julgamento veio de um para condenação, mas o dom gratuito veio de muitas transgressões para justificação.

17. Pois se pela ofensa de um homem a morte reinou por um; muito mais aqueles que recebem abundância de graça e do dom da justiça reinarão na vida por um, Jesus Cristo.)

18. Portanto, como pela ofensa de um julgamento, todos os homens foram condenados; mesmo assim, pela justiça de um, o dom gratuito veio sobre todos os homens para justificação da vida.

19. Porque, como pela desobediência de um homem, muitos foram feitos pecadores, assim, pela obediência de um, muitos serão feitos justos.

20. Além disso, a lei entrou em vigor, para que a ofensa pudesse ser abundante. Mas onde abundava o pecado, a graça abundou muito mais:

21. Que, assim como o pecado reinou na morte, assim também a graça pode reinar pela justiça para a vida eterna através de Jesus Cristo, nosso Senhor.