Salmo 119

Álef

1. Bem-aventurados os imaculados no caminho, que andam na lei do SENHOR.

2. Bem-aventurados os que guardam o seu testemunho e o buscam com todo o coração.

3. Eles também não praticam iniquidade: andam nos seus caminhos.

4. Tu nos ordenaste que guardássemos os teus preceitos diligentemente.

5. Oh, que meus caminhos foram direcionados para guardar os teus estatutos!

6. Então não terei vergonha de ter respeito por todos os teus mandamentos.

7. Eu te louvarei com retidão de coração, quando tiver aprendido os teus juízos justos.

8. Guardarei os teus estatutos; não me desampares totalmente.

Bêt

9. Como o jovem purificará o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra.

10. De todo o meu coração te busquei; não me deixes desviar dos teus mandamentos.

11. Escondi a tua palavra no meu coração, para não pecar contra ti.

12. Bendito és tu, Senhor, ensina-me os teus estatutos.

13. Com os meus lábios declarei todos os juízos da tua boca.

14. Regozijei-me no caminho dos teus testemunhos, assim como em todas as riquezas.

15. Meditarei nos teus preceitos e respeitarei os teus caminhos.

16. Eu me deleitarei nos teus estatutos; não esquecerei a tua palavra.

Guímel

17. Trate abundantemente o teu servo, para que eu viva, e cumpra a tua palavra.

18. Abra os meus olhos, para que eu possa contemplar coisas maravilhosas da tua lei.

19. Sou estrangeiro na terra; não escondas de mim os teus mandamentos.

20. Minha alma quebra pelo desejo que tem para os teus juízos em todos os momentos.

21. Repreendeste os orgulhosos que são amaldiçoados, que erram dos teus mandamentos.

22. Retira de mim reprovação e desprezo; pois guardei os teus testemunhos.

23. Os príncipes também se sentaram e falaram contra mim; mas o teu servo meditou nos teus estatutos.

24. Teu testemunho também é minha alegria e meus conselheiros.

Dálet

25. Minha alma se apega ao pó; vivifica-me segundo a tua palavra.

26. Eu declarei os meus caminhos, e tu me ouviste; ensina-me os teus estatutos.

27. Faze-me entender o caminho dos teus preceitos; assim falarei das tuas maravilhas.

28. A minha alma esmorece pelo pesar; fortalece-me segundo a tua palavra.

29. Retira de mim o caminho da mentira; e concede-me a tua lei graciosamente.

30. Escolhi o caminho da verdade: os teus juízos me foram apresentados.

31. Apeguei-me aos teus testemunhos: Ó Senhor, não me envergonhe.

32. Seguirei o caminho dos teus mandamentos, quando dilatares o meu coração.

He

33. Ensina-me, Senhor, o caminho dos teus estatutos; e vou mantê-lo até o fim.

34. Compreende-me, e guardarei a tua lei; sim, eu o observarei com todo o meu coração.

35. Faze-me seguir o caminho dos teus mandamentos; pois nele me deleito.

36. Inclina o meu coração nos teus testemunhos, e não na cobiça.

37. Desvie os meus olhos da contemplação da vaidade; e apressa-me no teu caminho.

38. Estabelece a tua palavra ao teu servo, que é dedicado ao teu temor.

39. Desvia o meu opróbrio, que temo; porque os teus juízos são bons.

40. Eis que anseio pelos teus preceitos; vivifica-me na tua justiça.

Vav

41. Venha também a mim as tuas misericórdias, ó SENHOR, a tua salvação, conforme a tua palavra.

42. Assim terei com que responder ao que me reprova; porque confio na tua palavra.

43. E não retire totalmente a palavra da verdade da minha boca; pois tenho esperado nos teus juízos.

44. Assim guardarei a tua lei continuamente para todo o sempre.

45. Andarei em liberdade, porque busco os teus preceitos.

46. ​​Falarei dos teus testemunhos também perante os reis, e não me envergonharei.

47. E me deleitarei nos teus mandamentos, que amo.

48. Também levantarei minhas mãos para os teus mandamentos que amo; e meditarei nos teus estatutos.

Zain

49. Lembre-se da palavra a teu servo, sobre a qual me fizeste esperar.

50. Este é o meu consolo na minha aflição, porque a tua palavra me vivificou.

51. Os soberbos me puseram em grande escárnio; contudo, não me recusei da tua lei.

52. Lembrei-me dos teus juízos da antiguidade, ó Senhor; é o meu consolo.

53. O horror tomou conta de mim por causa dos ímpios que abandonam a tua lei.

54. Teus estatutos foram minhas canções na casa da minha peregrinação.

55. Lembrei-me do teu nome, ó Senhor, durante a noite, e guardei a tua lei.

56. Isso eu tive, porque guardei os teus preceitos.

Hêt

57. Tu és a minha parte, ó Senhor; eu disse que guardaria as tuas palavras.

58. Eu tratei o teu favor com todo o meu coração; sê piedoso comigo segundo a tua palavra.

59. Pensei nos meus caminhos e voltei os pés para os teus testemunhos.

60. Apressei-me e demorei a não guardar os teus mandamentos.

61. Os bandos dos ímpios me roubaram; mas não me esqueci da tua lei.

62. À meia-noite me levantarei para te agradecer por causa dos teus justos juízos.

63. Sou companheiro de todos os que têm temor de ti e dos que guardam os teus preceitos.

64. Ó SENHOR, a terra está cheia da tua misericórdia; ensina-me os teus estatutos.

Tét

65. Tratarás bem com o teu servo, ó Senhor, segundo a tua palavra.

66. Ensina-me bom juízo e conhecimento, porque cri nos teus mandamentos.

67. Antes de ser afligido, eu me desviei; mas agora guardei a tua palavra.

68. Tu és bom e fazes o bem; ensina-me os teus estatutos.

69. Os orgulhosos forjaram uma mentira contra mim; mas guardarei os teus preceitos com todo o meu coração.

70. O coração deles é tão gordo quanto a gordura; mas tenho prazer na tua lei.

71. É bom para mim ter sido afligido; para que eu possa aprender os teus estatutos.

72. A lei da tua boca é melhor para mim do que milhares de ouro e prata.

Iode

73. Tuas mãos me fizeram e me modelaram; dá-me entendimento, para que eu aprenda os teus mandamentos.

74. Os que te temem ficarão felizes quando me virem; porque tenho esperado na tua palavra.

75. Sei, ó Senhor, que os teus juízos são retos e pela tua fidelidade me afligiste.

76. Peço-te que a tua benignidade seja para o meu conforto, conforme a tua palavra ao teu servo.

77. Venha a mim as tuas misericórdias, para que eu viva, porque a tua lei é o meu prazer.

78. Envergonhe-se o orgulhoso; porque me fizeram perversamente sem causa; mas meditarei nos teus preceitos.

79. Voltem-se para mim aqueles que te temem e os que conhecem os teus testemunhos.

80. Seja meu coração sã nos teus estatutos; que eu não tenha vergonha.

Caf

81. Minha alma se exaure pela tua salvação, mas espero na tua palavra.

82. Meus olhos falham pela tua palavra, dizendo: Quando me consolarás?

83. Porque eu me tornei como uma garrafa na fumaça; todavia não esqueço os teus estatutos.

84. Quantos são os dias do teu servo? Quando executarás juízo sobre os que me perseguem?

85. Os orgulhosos cavaram covas para mim, que não estão de acordo com a tua lei.

86. Todos os teus mandamentos são fiéis; eles me perseguem injustamente; ajude-me.

87. Quase me consumiram na terra; mas não abandonei os teus preceitos.

88. Vivifica-me depois da tua benignidade; assim guardarei o testemunho da tua boca.

Lâmed

89. Para sempre, Senhor, a tua palavra está firmada no céu.

90. A tua fidelidade é para todas as gerações; tu estabeleceste a terra, e ela permanece.

91. Eles continuam neste dia de acordo com as tuas ordenanças, porque todos são teus servos.

92. A menos que a tua lei tenha sido minhas alegrias, eu deveria ter perecido na minha aflição.

93. Jamais esquecerei os teus preceitos, porque com eles me deste vida.

94. Sou teu, salva-me, porque tenho procurado os teus preceitos.

95. Os ímpios esperaram que eu me destruísse; mas considerarei os teus testemunhos.

96. Vi um fim de toda perfeição, mas o teu mandamento é extremamente amplo.

Mem

97. Oh, como amo a tua lei! É minha meditação o dia todo.

98. Tu, pelos teus mandamentos, me fizeste mais sábio do que meus inimigos, porque eles estão sempre comigo.

99. Tenho mais entendimento do que todos os meus professores: pois os teus testemunhos são a minha meditação.

100. Compreendo mais do que os antigos, porque guardo os teus preceitos.

101. Abstive meus pés de todo mau caminho, para guardar a tua palavra.

102. Não me afastei dos teus juízos, porque tu me ensinaste.

103. Quão doces são as tuas palavras ao meu gosto! Sim, mais doce que mel à minha boca!

104. Pelos teus preceitos, entendo; por isso odeio todo caminho falso.

Nun

105. A tua palavra é lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho.

106. Jurei, e farei isso, que guardarei os teus juízos justos.

107. Estou muito aflito; vivifica-me, ó Senhor, segundo a tua palavra.

108. Aceite, peço-te, as ofertas voluntárias da minha boca, ó Senhor, e ensina-me os teus juízos.

109. Minha alma está continuamente em minhas mãos; contudo, não esqueço a tua lei.

110. Os ímpios puseram-me em armadilha; contudo eu não errei dos teus preceitos.

111. Teu testemunho tomei como uma herança para sempre: porque eles são a alegria do meu coração.

112. Inclinei meu coração para cumprir sempre teus estatutos, até o fim.

Sâmeq

113. Odeio pensamentos vãos, mas amo a tua lei.

114. Tu és o meu esconderijo e o meu escudo; espero na tua palavra.

115. Afastem-se de vós, malfeitores, porque guardarei os mandamentos do meu Deus.

116. Segura-me conforme a tua palavra, para que eu viva; e não me envergonhe da minha esperança.

117. Segure-me, e estarei em segurança; e respeitarei continuamente os teus estatutos.

118. Pisaste todos os que erram dos teus estatutos, porque o engano deles é falsidade.

119. Afastas todos os ímpios da terra como escória; por isso amo os teus testemunhos.

120. Minha carne estremece por medo de ti; e tenho medo dos teus juízos.

Áin

121. Fiz julgamento e justiça: não me deixes para os meus opressores.

122. Seja responsável do teu servo para sempre; não me oprimam os orgulhosos.

123. Meus olhos falham pela tua salvação e pela palavra da tua justiça.

124. Lide com o teu servo de acordo com a tua misericórdia e ensine-me os teus estatutos.

125. Eu sou teu servo; dá-me entendimento, para que eu conheça os teus testemunhos.

126. Está na hora de ti, Senhor, trabalhar, porque anularam a tua lei.

127. Portanto, amo os teus mandamentos sobre o ouro; sim, acima de ouro fino.

128. Portanto, considero todos os teus preceitos relativos a todas as coisas como corretos; e eu odeio todo caminho falso.


129. Os teus testemunhos são maravilhosos; por isso a minha alma os guarda.

130. A entrada das tuas palavras dá luz; dá entendimento ao simples.

131. Abri a boca e ofeguei, porque ansiava pelos teus mandamentos.

132. Olhe para mim e seja misericordioso comigo, como costuma fazer com aqueles que amam o seu nome.

133. Ordena os meus passos na tua palavra; e que nenhuma iniquidade me domine.

134. Livra-me da opressão do homem; assim guardarei os teus preceitos.

135. Faça seu rosto brilhar sobre seu servo; e ensina-me os teus estatutos.

136. Rios de águas correm dos meus olhos, pelos que não cumprem a tua lei.

Tsade

137. Justo és, ó SENHOR, e retos são os teus juízos.

138. Os teus testemunhos que ordenaste são justos e muito fiéis.

139. Meu zelo me consumiu, porque meus inimigos se esqueceram das tuas palavras.

140. A tua palavra é muito pura; por isso o teu servo a ama.

141. Sou pequeno e desprezado; contudo, não esqueço os teus preceitos.

142. Tua justiça é uma justiça eterna, e tua lei é a verdade.

143. Angústia e inquietação se apoderaram de mim; contudo, teus mandamentos são minhas alegrias.

144. A justiça dos teus testemunhos é eterna; dá-me entendimento, e eu viverei.

Cof

145. Chorei de todo o coração; ouve-me, SENHOR; guardarei os teus estatutos.

146. Eu clamei por ti; salva-me, e guardarei os teus testemunhos.

147. Impedi o alvorecer da manhã e clamei: esperava na tua palavra.

148. Meus olhos impedem as vigílias da noite, para que eu possa meditar na tua palavra.

149. Ouve a minha voz segundo a tua benignidade: Senhor, vivifica-me segundo o teu juízo.

150. Aproximam-se os que se seguem à perversidade: estão longe da tua lei.

151. Tu estás perto, Senhor; e todos os teus mandamentos são verdade.

152. Quanto aos teus testemunhos, eu sabia desde tempos antigos que os fundaste para sempre.

Rêsh

153. Considera a minha aflição e livra-me; porque não me esqueço da tua lei.

154. Defende a minha causa e livra-me; vivifica-me conforme a tua palavra.

155. A salvação está longe dos ímpios, porque eles não buscam os teus estatutos.

156. Grandes são as tuas misericórdias, ó Senhor; vivifica-me segundo os teus juízos.

157. Muitos são meus perseguidores e meus inimigos; todavia não recuso os teus testemunhos.

158. Vi os transgressores e fiquei triste; porque eles não guardaram a tua palavra.

159. Considera como amo os teus preceitos; vivifica-me, ó Senhor, segundo a tua benignidade.

160. A tua palavra é verdadeira desde o princípio; e cada um dos teus justos juízos dura para sempre.

Shin

161. Os príncipes me perseguiram sem causa; mas meu coração assombra a tua palavra.

162. Regozijo-me com a tua palavra, como alguém que encontra grandes despojos.

163. Detesto e abomino a mentira, mas amo a tua lei.

164. Sete vezes por dia te louvo por causa dos teus justos juízos.

165. Grande paz têm os que amam a tua lei; nada os ofenderá.

166. SENHOR, tenho esperado na tua salvação, e cumprido os teus mandamentos.

167. Minha alma manteve os teus testemunhos; e eu os amo muito.

168. Guardei os teus preceitos e os teus testemunhos, porque todos os meus caminhos estão diante de ti.

Tau

169. Aproxime-se o meu clamor diante de ti, SENHOR; dá-me entendimento conforme a tua palavra.

170. Venha minha súplica diante de ti; livra-me segundo a tua palavra.

171. Meus lábios proferirão louvor, quando me ensinares os teus estatutos.

172. Minha língua falará da tua palavra, pois todos os teus mandamentos são justiça.

173. Que tua mão me ajude; pois escolhi os teus preceitos.

174. Anseio por tua salvação, ó Senhor; e a tua lei é o meu prazer.

175. Aviva a minha alma, e ela te louvará; e que teus juízos me ajudem.

176. Eu me perdi como uma ovelha perdida; procura teu servo; pois não esqueço os teus mandamentos.