Salmo 41

1. Bem-aventurado aquele que considera os pobres; o Senhor o livrará em tempos de angústia.

2. O Senhor o preservará e o manterá vivo, e ele será abençoado na terra; e não o entregueis à vontade de seus inimigos.

3. O SENHOR o fortalecerá no leito de enfermidade; tu o sustentarás no leito da sua doença.

4. Eu disse: Senhor, seja misericordioso comigo: cure minha alma; porque pequei contra ti.

5. Meus inimigos falam mal contra mim, dizendo: quando ele morrerá e seu nome perecerá?

6. E se ele vem me ver, ele fala mentiras; seu coração reúne iniquidade para si mesmo; quando ele sai, ele conta.

7. Todos os que me odeiam sussurram juntos contra mim: contra mim eles planejam minha mágoa.

8. Uma doença maligna, dizem, se apega a ele. E agora que ele se deita, ele não se levantará mais.

9. Sim, até mesmo meu amigo familiar, em quem confiei, que comeu do meu pão, levantou-se contra mim.

10. Mas tu, SENHOR, tem piedade de mim e me levanta, para que eu possa retribuir.

11. Nisto sei que tu me favoreces, porque o meu inimigo não triunfa sobre mim.

12. E quanto a mim, tu me sustentas na minha integridade, e me colocas diante da tua face para sempre.

13. Bendito seja o SENHOR, Deus de Israel, da eternidade até a eternidade. Amém e Amém.